“Corupá é uma cidade que hoje deve ter 12 mil habitantes, fica no pé da Serra de Santa Catarina, é muito pequenina, mas tem mais de 180 cachoeiras. É um lugar muito especial para mim, minha família mora lá, ainda. Onde eu tive a infância típica de uma criança; de subir em árvore, colher fruta no pé, nadar no rio, essas coisas. Na época da Páscoa, a gente dormia no quintal. Era eu, meu pai, minha mãe e meu irmão, na varanda de casa, e a gente acordava com frio no meio da noite, porque lá faz frio, e íamos pra cama. Mas dormíamos no quintal porque as estrelas eram lindas, e a lua também. Quando eu volto, eu me reconheço muito naquele lugar, especialmente no jeito das pessoas de tratarem umas às outras. Eu tento ir uma vez a cada três meses, mais ou menos. Vou lá e fico três, quatro dias. É um lugar lindo.”

Bruna Linzmeyer é atriz. Além de gostar de subir em árvores, ela tem vários sonhos que vai realizando um depois do outro. Depoimento e fotos realizados em 14 de julho de 2016, nos estúdios WBorn, em São Paulo.

*
Mais Bruna Linzemeyer na versão física da Rev.Nacional. *Assine*